domingo, dezembro 31, 2006

0

Deusa Amada Inominável - Canto XXI


Etérea forma acumulada

Na grande forma dos mundos

Mais libertos dos escravos

Modos todos

Dos destrutivos caminhos

Da Humanidade...


Etéreo alegrar-se...


Etéreo sorrir...


Etéreo alento...


Etéreo rumo...


Tudo nuvem

Tudo nuvem

T

u

d

o

n

u

v

e

m

.

.

.


Nuvem onde eu A vejo...


Eu A vejo...


Entre os humanos

Que não choram mais

Na prisão material

Que a todos os humanos

Atormenta,

Eu vejo

A Deusa Amada Inominável

Do Éter Inominável

Que Enxuga Toda Lágrima

Humana!


Éter

Nuvens

Torpor

I

n

o

m

i

n

á

v

e

i

s

!


Éter

Sabor

Cor

I

n

o

m

i

n

á

v

e

i

s

!


A Deusa Amada Inominável

Que do Éter

Enxuga toda lágrima vertida

Pelos que querem parar de chorar

E apenas sorrir

Ergue para mim

Seu Sorriso enxugador

Das minhas lágrimas!


Ela ergue para mim

Um Sorriso que enxuga

As minhas lágrimas!


Ela ergue em mim

Um Sorriso que enxuga

As minhas lágrimas!


Ela ergue sobre mim

Um Sorriso que enxuga

As minhas lágrimas!


ELA ERGUE

SORRISO

SORRISO

SORRISO

SORRISO

SORRISO

SORRISO

SORRISO

SORRISO

ENXUGADOR

DE

TODA

LÁGRIMA

HUMANA

!

!

!


TODA LÁGRIMA

HUMANA

DEVE SER INOMINÁVEL

E POR ELA

ENXUGADA!!!


TODA

LÁGRIMA

HUMANA

!

!

!


TODA LÁGRIMA

HUMANA

DEVE SER A DE

INÍCIOS DE DEUSES

AMADOS INOMINÁVEIS

EM UMA

DEUSA AMADA

INOMINÁVEL

QUE AS ENXUGA TODAS!!!


TODA

LÁGRIMA

HUMANA

!

!

!


TODA LÁGRIMA

HUMANA

É O CAMINHO

DO ÉTER INOMINÁVEL

EM DIREÇÃO

AO ALTO

ONDE TODOS

SORRIEM EM

FACE DO PAI

INOMINÁVEL

DESCONHECIDO

CONHECIDO

EM TODAS AS FONTES

DE PODER!!!


TODA

LÁGRIMA

HUMANA

!

!

!


LÁGRIMAS

ENXUGADAS

!

!

!


TODA

LÁGRIMA

HUMANA

!

!

!


LÁGRIMAS

FINDAS

!

!

!


TODA

LÁGRIMA

HUMANA

!

!

!


LÁGRIMAS

ESQUECIDAS

!

!

!


TODA

LÁGRIMA

HUMANA

!

!

!

sábado, dezembro 30, 2006

0

Deusa Amada Inominável - Canto XX



Oceanos Inomináveis

Em meus inomináveis momentos

De nadador possante

De braçadas inomináveis

Sou

Sou

Sou...


Vejo afogados pelos

Humanos oceanos

Das ambições

Das lutas

Das perdas

Dos falsos ganhos

Das falsas sendas

Das muitas lendas

Dos

Infinitos

Humanos

Mitos

De

Lata...


Vejo humanos afogados

Humanos muito afogados

Todos nadantes de oceanos

Cujos nomes

Estão inscritos

Nos livros de todas

As humanas lamas

Das

Caminhadas

Todas

De

Humanas

Variações

De

Humanos

Passos

Baixos...


Nado nos Oceanos

Inomináveis

Tentando levar comigo

Os meus humanos irmãos

Que possam livrar-se

De

Seus

Humanos

Afogamentos...


Nado...


Nado...


Nado...


Nado e

Encontro uma Delas

Uma das Deusas Amadas

Inomináveis!


Encontro

A Deusa Amada Inominável

Dos Oceanos Inomináveis

Das Sábias Águas

Que Não Afogam!


QUE DEUSA NADANTE

INOMINÁVEL!!!


QUE DEUSA BANHADA

INOMINÁVEL

EM OCEANOS

ALÉM DOS OCEANOS

INOMINÁVEIS!!!


QUE DEUSA AMADA

INOMINÁVEL

SORRIDENTE

EM

OCEANOS

SORRIDENTES

AOS

QUE

QUEREM

NADAR

EM

OCEANOS

MAIS

DO

QUE

INOMINÁVEIS

!

!

!


Vejo que muitos humanos irmãos

Meus

Querem deixar de ser afogados

Nos humanos oceanos

E vêem como vejo

O Sorriso Dela

Como Todas As Correntes

Inomináveis

Dos Oceanos Sábios

Que Não Afogam!


Vejo lindos nadantes

Vejo lindas nadantes

Banhados por Ela

Banhados pela

Jarra Inominável Dela

De Sábias Águas

Que Não Afogam!


Vejo-A

Vejo-A

VEJO-A

BANHAR-SE TODA

SORRIDENTE

COM SUA

JARRA INOMINÁVEL

E VEJO O SORRISO

DAS SÁBIAS ÁGUAS

QUE NÃO AFOGAM

FAZER-SE

NOS

ROSTOS

DOS

HUMANOS

IRMÃOS

MEUS

QUE

NÃO

QUEREM

MAIS

SE

AFOGAR

!

!

!


E EM MEU ROSTO???


E EM MEU ROSTO???


E EM MEU ROSTO???


E EM MEU ROSTO

O QUE HÁ???


nenhum sorriso porque

não vejo nadantes

nos Oceanos Inomináveis

De Sábias Águas

Que Não Afogam

todos da minha

Humanidade

e todos de todas as

Humanidades Baixas...

sexta-feira, dezembro 29, 2006

0

Deusa Amada Inominável - Canto XIX



Em suavidades belas,

No verde belo espetacular

Dos espetáculos maiores

Da Deusa Natureza Em

Aspecto Inominável,

Encontro

A Deusa Amada Inominável

Dos Vôos Verdadeiros

Inomináveis.


Borboletas divinamente

Voam em seu redor,

Alegres pela

Inominável Presença Dela

Perto delas,

Alegres por estarem

Com uma

Deusa Amada Inominável

Que voa como elas!


Ela me vê ali

Perto,

Perto

E

Longe,

Perto de Sua

Inominável Beleza,

Longe de Sua

Inominável Luz!


Ela Sorri

E faz a Sua Luz

Até mim chegar

Como Revelação Inominável

Dos Grandes Vôos

De Todas As Coisas!


Vejo O Vôo

Da Criação

Em Firmes Firmamentos

Inomináveis...


Vejo O Vôo

Das Esferas Altas

Em Firmes Firmamentos

Inomináveis...


Vejo O Vôo

Das Esferas Baixas

Em Firmes Firmamentos

Inomináveis...


Vejo O Vôo

Dos Sendeiros Humanos

Em Firmes Firmamentos

Nomeáveis...


Humanos não são tão leves

Como as eternas borboletas

De todos os mundos,

Mundos Do Alto,

Mundos Do Baixo,

A voarem em redor

Dos Inomináveis

E dos

Nomeáveis...


Humanos não são borboletas,

Humanos não voam em redor

De Deusas Amadas Inomináveis

E não sabem o que é voar

Por sobre todos os seus solos

Repletos de sangue,

Repletos de asas de borboletas

Poucas

Que tentaram voar...


A Deusa Amada Inominável

Dos Vôos Inomináveis

Sorri mais,

Ela Sorri mais,

ELA SORRI MAIS,

E eu me torno uma das

Borboletas amáveis

Em redor dela!


BORBOLETA AMÁVEL

SOU

EM REDOR DELA!!!


BORBOLETA INOMINÁVEL

SOU

EM REDOR DELA!!!


SEI VOAR

EM REDOR DELA!!!


SEI VOAR

EM REDOR

DA DEUSA QUE

ELEVA TODOS À

LEVEZA DAS BORBOLETAS!!!


ELEVA A TODOS

QUE QUEREM A LEVEZA

DE TODAS

AS BORBOLETAS!!!


ELEVA

ELEVA

ELEVA

ELEVA

ELEVA

ELEVA

ELEVA

BORBOLETAS

AOS

FIRMAMENTOS

INOMINÁVEIS

DE

SEU

INOMINÁVEL

ESTADO

DE

DEUSA

AMADA

QUE

É

A

MAIOR

DE

TODAS

AS

BORBOLETAS

INOMINÁVEIS

!

!

!


EU

TENHO

QUE

POUSAR

!

!

!


Eu

Tenho

Que

Pousar

!

!

!


eu tenho que pousar...


não é eterno o meu voar

como borboleta...


Ela ainda

Sorri

para mim...


Sorri mesmo eu voltando a ser

um dos inumeráveis humanos

que sozinhos não sabem

alçar vôo...


alçar vôo acima dos seus

próprios horizontes nomeáveis...


alçar vôo até

Aquele Horizonte Alto Inominável...

quinta-feira, dezembro 28, 2006

3

Deusa Amada Inominável - Canto XVIII


Entre as flores rasgantes

Das peles humanas,

Entre as flores provocantes

Dos fracos que tentam

Como inúteis eternos

Serem fortes,

Meço a medida certa

Das minhas palavras

Em versos

Que se cadenciam

Em jardins de prata.


Jardins de prata,

Já que os Jardins De Ouro

Estão perdidos...


Ou jardins de lata,

Já que estamos

Na Idade Da Lata?


JARDINS DE LATA

É O NOME CORRETO

DOS JARDINS HUMANOS!!!


DOS JARDINS HUMANOS

DO HOJE DE LATA!!!


Jardins Humanos,

Estranhos Jardins,

Medonhos Jardins,

Secos jardins...


Em Jardim Inominável,

Entre Flores Inomináveis,

Deitada,

Delicada,

Sorridente,

A Deusa Amada Inominável

Dos Jardins Ocultos

Da Felicidade

Repousa.


Ela,

Flor De Deusa,

Deusa De Flor,

Deusa Inominável Flor,

Flor Deusa Inominável,

Oferece-me as pétalas

Das flores mais etéreas,

As pétalas das

Flores Inomináveis

De Todos Os Jardins

Inomináveis.


Cada pétala toca

Em minha pele

E me acaricia...


Eu,

Humano tão nomeável,

Sinto-me Inominável,

Sinto O Inominável...


O Sorriso Da Deusa Flor

Inominável...


O SORRISO DA

DEUSA

FLOR

INOMINÁVEL!!!


Vejo O Sorriso Flor

Inominável...


VEJO O SORRISO

FLOR

INOMINÁVEL!!!


Sei agora como se sentem

Todas as flores presentes

Em todos os Jardins

Da Criação

Ao Toque Das Deusas

Amadas Inomináveis!


Uma Paz Inominável

Tão perfeita...


Um Alento Inominável

Tão perfeito...


Uma Eternidade De Flores

De Maravilhas Nascidas

Da Deusa Harmonia

Tão perfeita...


HUMANOS,

POR QUE

DESTRUIMOS

OS

JARDINS

NOSSOS?


HUMANOS,

POR QUE

PISOTEAMOS

AS

FLORES

NOSSAS?


HUMANOS,

POR QUE

NÃO

SABEMOS

SER

TOCADOS

PELAS

PÉTALAS

CORRETAS

NOS

JARDINS

CORRETOS?


A Deusa Amada Inominável

Permanece lá deitada,

Deitada entre

As Flores Inomináveis

De Seu Jardim Inominável,

Sorridente Flor,

Sorridente

Flor,

S

o

r

r

i

d

e

n

t

e

F

l

o

r

.

.

.

Sigo por outros Jardins,

Os Jardins Humanas...


As pétalas das

Flores Humanas

V

o

l

t

a

m

a

m

e

f

e

r

i

r

.

.

.