Deusa Amada Inominável - Canto VIII


Derramada
A
Água Maior Universal
No
Imenso Rio Da Criação!

Derramada
A
Água Das Verdades
No
Imenso Lago Da Criação!

Derramada
A
Água Das Infinitudes
No
Imenso Mar Da Criação!

Derramada
A
Água Da Eternidade
No
Imenso Oceano Da Criação!

Diferente
Em
Todas As Idades
É
O Derramar Da Água!

Semelhante
A
Todo Derramamento
É
A Deusa Amada Inominável
Da
Água Do Jarro Da Criação!

Sobre
A
Luz Do Mestre Aguadeiro
Ela
Derrama a Água
Dando-nos
As Portas Da Verdadeira Vida
E
As Mortalhas Da Verdadeira Morte!

Dançante
No
Oceano Do Mestre Peixes
Ela
É O Peixe Da Criação
E
A Onda De Toda A Criação!

Gerando
A
Rota Dos Outros Rios
E
A Rota Dos Outros Lagos
E
A Rota Dos Outros Mares
E
A Rota Dos Outros Oceanos
Ela
É A Deusa Amada Inominável
Que
Sorri Em Ondas
Para
Todas As Gigantes Ondas
Dos
Sendeiros De Águas Da Criação!

A
Água
Ela
Derrama sorridente!

A
Água
Ela
Derrama feliz!

A
Água
É
O Seu Sorriso!

A
Água
É
A Sua Felicidade!

Em Seus Rios
Tudo
Em Seus Lagos
Tudo
Em Seus Mares
Tudo
Em Seus Ocenos
Tudo
Tudo
Tudo
TUDO
TUDO
TUDO
TUDO
TUDO
TUDO
TUDO
TUDOOOOOOOOO!!!

Derramada
A
Água De Sua Jarra
Sobre
As Cabeças Universais
Dos
Universos Da Criação!

Derramada
A
Água De Sua Jarra
Em
Filhos Da Água Inominável
Que
Suporta Toda Noção
Das
Grandes Ondulantes Formações
Das
Grandes Transformações!

Derramada
A
Água Sã Maior
A
Água Inominável
De
Inomináveis Rios
De
Inomináveis Lagos
De
Inomináveis Mares
De
Inomináveis Oceanos!

DERRAMADA
A
ÁGUA!!!

DERRAMADA
A
ÁGUA!!!

DERRAMADA
A
ÁGUA!!!

DERRAMADA
A
ÁGUA!!!

DERRAMADA
A
ÁGUA!!!

DERRAMADA
A
ÁGUA!!!

DERRAMADA
A
ÁGUA!!!


Comentários

J.Brandao disse…
Tentei comentar no teu blog"cova abismal de poemas sombrios"... mx nao consegui.
então decidi vir aqui comentar-te, aos teus poemas sombrios, emotivos, de delirio inominavelmente obscuro e sombrio.De alguem que nao ve a luz, que caminha nas trevas e que quer sair mas,existe algo que o prende.É um não sei o quê, que nos liga à dor faz com que não a abandonemos. Talvez por ser a única que nos compreende, ou apenas por ser ela que nos guia naquele túnel de lampiões fundidos, gastos, onde já só brilha o negro da trevas..
Eu sei do que falas e percebo o que tu dizes!! Eu sei o que é parar para pensar no fim do dia, olhares te no espelho e finalmente deixares cair o disfarce que já não sabes se é apenas o disfarce do teu eu perante os outros ou se já faz mesmo parte de ti. E ris te da tua mágoa, das tuas fraquezas, dos medos, da dor que quer sair e não pode!! Aí...entras na fase da loucura depressiva, que te preenche o pensamento e te leva a um estado de transe que nunca reconhecemos. O que acontece aí, como descreve lo? Nem eu o sei. "É o misterio da alma, na sua essencia".
JB

Postagens mais visitadas