Equilibrando-Se No Cair...


Cair do Grande Mar,

Cair do Grande Ar,

Desequilíbrio mais fatal,

Desequilíbrio mais monumental...


Cair da Grande Terra,

Cair do Grande Fogo,

Desequilíbrio ainda mais

Fatal,

Desequilíbrio ainda mais

Monumental...


Cair do Grande Éter,

Cair do Grande Libertar,

Desequilíbrio

Inigualável,

Desequilíbrio

Imitável...


Inimitável

E

Igualável

É O Equilíbrio Em

Toda Queda Poderosa...


Monumental

E

Vitalizador

É O Saber Equilibrar-Se

Quando todas as

Colunas d'alma

Já não sustentam mais

O Templo Espiritual

Do próprio Ser...


As Balanças na Queda

Podem ser quebradas,

As Balanças na Queda

Podem já estar quebradas

Antes da Queda...


Mas o amparo surge

Se nós humanos

Diante do

Bruto afogamento

No Grande Mar,

Diante da

Bruta asfixia

No Grande Ar,

Diante do

Bruto enterro

Na Grande Terra,

Diante da

Bruta incineração

No Grande Fogo,

Diante da

Bruta dispersão

No Grande Éter,

Diante do

Bruto libertar-se

Da Grande Libertação,

Soubermos ser

Uma Balança Equilibrando-Se

Perfeitamente ao Cair...


Mestre Libra

Sabe que Caimos,

Mestre Libra

Sabe que a humana feitura

Dos seres terrestres

É A Queda,

Mestre Libra

Lidera nossa Queda,

Mestre Libra

Nos leva ao Equilíbrio,

Mestre Libra

Ensina-nos O Desequilíbrio...


Nós,

Humanos caindo

E nos equilibrando,

Ensinamos mais ao

Mestre Libra

Acerca do

Equilíbrio...


Este É

O Quinto Equilíbrio...

Comentários

Postagens mais visitadas