A Marcha Das Deusas Guerreiras Inomináveis - Canto XIV


Vencer A Morte Material

Nos Continentes Imateriais

Da Inominabilidade

Da Inominabilidade

Da Inominabilidade!


Vencer Os Cadáveres Materiais

Nas Cidades Imateriais

Da Inominabilidade

Da Inominabilidade

Da Inominabilidade!


Vencer Os Ossos Materiais

Nos Fortes Imateriais

Da Inominabilidade

Da Inominabilidade

Da Inominabilidade!


Vencer Os Túmulos Materiais

Nos Turnos Imateriais

Da Inominabilidade

Da Inominabilidade

Da Inominabilidade!


Com Sorriso Guerreiro

Inominável,

Com Alegria Guerreira

Inominável,

Com Valentia Guerreira

Inominável,

Com Sublime Poder Guerreiro

Inominável,

A Décima Quarta

A Décima Quarta

A Décima Quarta

Subjuga A Todo Crânio

Da Materialidade Ingrata

Para

A Imaterialidade Grata!


A Décima Quarta

A Décima Quarta

A Décima Quarta

Deusa Guerreira

Inominável,

A Inominável Subjugadora

Da Morte Material,

A Inominável Sorridente

Acima Do Túmulo Material,

Te Aguarda

Te Aguarda

Te Aguarda,

Verme Homem,

Para Que As Espadas

Desafiadoras Das Mortes

Na Morte Material

Sejam Empunhadas

Inomináveis

Sejam Empunhadas

Inomináveis

Sejam Empunhadas

Inomináveis!


Crânios Ela Esmaga,

Crânios Ela Domina,

Crânios Ela Doutrina,

Crânios Ela Afaga,

Crânios Dos Cadáveres

Que Ocultos Se Expandem

Pelo Infinito Das

Moradas Materiais

Em Oculto Sinuoso Vagar,

Crânios Dos Cadáveres Imateriais

Que Se Intrometem Em Vosso

Caminhar Em Direção

Ao Imaterial,

Verme Homem!


Verme Homem,

Esmague Vossos Crânios

Nomináveis,

Domine Vossos Crânios

Nomináveis,

Doutrine Vossos Crânios

Inomináveis,

Afague Vossos Crânios

Inomináveis,

Faça Como Ela

Faça Como Ela

Faça Como Ela,

Como Ela,

A Décima Quarta,

Guerreando E Sorrindo

Diante Das Mortalidades

Materiais

Materiais

Materiais

Que Não Sobrevivem

Ao Inominável Golpe

Da Inominabilidade

Presente Na

Espada Inominável

Dela!


Decapite Os Cadáveres

Em Vós,

Verme Homem

Cadavérico

Verme Homem

Cadavérico

Verme Homem

Cadavérico,

A Décima Quarta Concede

Todo Decapitar!


Decapite A Materialidade

Em Vós,

Verme Homem

Escravo Da Matéria

Verme Homem

Escravo Da Matéria

Verme Homem

Escravo Da Matéria,

A Décima Quarta Concede

Todo Decapitar!


A Décima Quarta Concede

Todo Decapitar

A Décima Quarta Concede

Todo Decapitar

A Décima Quarta Concede

Todo Decapitar,

Concede

Concede

Concede

Concede

Concede

Concede,

Verme Homem

Decapitado

Na Materialidade

E Para A Imaterialidade

Que Tanto Lhe Faria

Não-Verme Homem!


Conceda-Se O Decapitar

Conceda-Se O Decapitar

Conceda-Se O Decapitar,

Verme Homem

De Crânio Verminoso,

Conceda A Ela

Conceda A Ela

Conceda A Ela

Um Espelho No Qual Tu Sejas

A Marcha Decapitadora

Das Decadências Materiais

Que Molda Vivos Imateriais

De Ascendências Imateriais

E Inomináveis,

Ascendências Como A Dela,

A Dela,

A Décima Quarta,

Ela

A Décima Quarta

Deusa Guerreira Inominável,

Ela

A Décima Quarta

Deusa Guerreira Inominável,

Ela

A Décima Quarta

Deusa Guerreira Inominável,

A Décima Quarta

Força Inominável,

A Décima Quarta

Força Inominável,

A Décima Quarta

Força Inominável!

Comentários

Keila, a Loba disse…
Vencer a morte e ser, aceitando os desafios dos mundos que swe foram e dos que virão é um belo tema, querido.

Você é mesmo fenomenal!

BeijUivooooooooooooossssss da Loba
Inominável Ser disse…
Inomináveis Saudações, Keila Loba.

Obrigado pela visita e retornes quando quiser. Visitarei vosso blog e comentarei nele, não me esqueci do mesmo.

Saudações Inomináveis, Keila Loba.

Postagens mais visitadas