sexta-feira, abril 27, 2007

1

A Marcha Das Deusas Guerreiras Inomináveis - Canto LV


Entre Os Infinitos Crânios

De Infinitos Mortos

Pelos Recantos Desastrosos

Das Estradas Existenciais,

Ela É A Rubra Rua

Ela É A Rubra Rua

Ela É A Rubra Rua

A Conter Os Que Marcham

Sem Medo De Perder

Os Próprios Crânios

Nos Próprios

Recantos Desastrosos

De Suas Próprias Estradas

A Serem Percorridas!


Desastres Não Podem Afetá-La

Desastres Não Podem Afetá-La

Desastres Não Podem Afetá-La

Desastres Não Podem Afetá-La

Desastres Não Podem Afetá-La

Desastres Não Podem Afetá-La

Desastres Não Podem Afetá-La,

Ela Sorri Para Os Desastres,

Ela Humilha Os Desastres,

Ela Fita Com Desprezo Os Desastres,

Ela Pisa Nos Desastres,

Sua Espada Fere Desastres

Sua Espada Fere Desastres

Sua Espada Fere Desastres

Sua Espada Fere Desastres!


Desgraças Acompanham Os Desastres,

A Deusa Desgraça

De Mãos Desgraçadas Dadas

Com A Deusa Desgraça,

Mas Ela,

Verme Homem,

A Senhora Rubra Sem Temores

Da Espada Que Não Vacila,

Submete Com Sorriso Vencedor

As Desgraças

E Os Desastres

Ao Fim Infinito

Ao Fim Infinito

Ao Fim Infinito

Ao Fim Infinito

Ao Fim Infinito

Ao Fim Infinito

Ao Fim Infinito!


Se Desgraçados

Sorriem,

Se Desastrosos

Sorriem,

Verme Homem,

A Quinqüagésima Quinta

Deusa Guerreira

Inominável

Apenas Rasga O

Largo Véu Das Mentiras Materiais

E Abre Para Os Olhos Atentos

Ao Marchar Verdadeiro

De Todas As Coisas

O Início Infinito

Do Verbo Inominável

Iniciatório

Do Verbo Inominável

Iniciatório

Do Verbo Inominável

Iniciatório

Do Verbo Inominável

Iniciatório

Do Verbo Inominável

Iniciatório

Do Verbo Inominável

Iniciatório

Do Verbo Inominável

Iniciatório!


Verbo,

Verme Homem,

Ela Faz Conjugar

Marchando E Fitando-Te

Com Chamas Rubras

No Inominável Olhar

No Inominável Olhar

No Inominável Olhar

No Inominável Olhar

No Inominável Olhar

No Inominável Olhar

No Inominável Olhar!


Verbo,

Verme Homem,

Tu Podes Fazer-Te

Conjugado Nele,

Ela Ausenta-Se

Da Coroa Alta

Para Contigo Marchar

E Ensinar-Te

A Iniciação Interior

Para A Rubra Inominabilidade,

Rubro É O Verbo

Que Ela É

Rubro É O Verbo

Que Ela É

Rubro É O Verbo

Que Ela É

Rubro É O Verbo

Que Ela É

Rubro É O Verbo

Que Ela É

Rubro É O Verbo

Que Ela É

Rubro É O Verbo

Que Ela É!


Rubro Verbo

Rubro Verbo

Rubro Verbo

Rubro Verbo

Rubro Verbo

Rubro Verbo

Rubro Verbo

Ela

Ela

Ela

Ela

Ela

Ela

Ela

Ela

Ela

Em Sua Marcha Rubra

Verbal,

Verme Homem,

Marcha Rubra

Marcha Rubra

Marcha Rubra

Marcha Rubra

Marcha Rubra

Marcha Rubra

Marcha Rubra

Toda Verbal

Do Alto

Ao Baixo E

Ao Mais Baixo,

Além Da História Existencial

Desta Criação,

Nas Criações Anteriores

Nas Quais Imperfeita Ainda Era

A Alta Razão Do Existir Do Ser,

Na Mãe Creadora,

No Pai Creador,

Revelada

Revelado

Revelada

Revelado

Revelada

Revelado

Revelada

Revelado

Revelada

Revelado

Revelada

Revelado

Revelada

Revelado

Revelada

Revelado

Nas Infinitas Fontes De Poder

Desta Criação

Que É Perfeita Em Todas As

Suas Razões De Ser Ao Existir

E Na Razão De Ser Do Seu Existir!


Existir

Exista

Existir

Exista

Existir

Exista

Existir

Exista

Existir

Exista

Existir

Exista

Rubro

Rubro

Rubro

Como Deve Ser,

Como Deve,

Esta É A Lei

Da Marcha Guerreira Inominável

Da Quinqüagésima Quinta

Deusa Guerreira

Inominável,

Verme Homem!


Rubro

Rubro

Rubro

O Vosso Existir Total

Deve Tornar-Se,

Verme Homem!

Rubro

Rubro

Rubro

Rubro,

Nesta Criação Perfeita

Na Qual Os Deuses

São Apenas Verdadeiros

Quando Verdadeiras São

As Fontes De Poder

Das Quais Nascem

Com O Poder

De Existir,

Verme Homem,

Possuindo Nomes Falsos

Para Os Seres Verdadeiros,

Sendo Inomináveis

Para Os Seres Mais Verdadeiros,

Sendo Eternos Desconhecidos

Para Os Seres Falsos,

Sendo Eternos Inexistentes

Para Os Seres Mais Falsos!


Ser Verdadeiro

Verdadeiro Ser

Ser Verdadeiro

Verdadeiro Ser

Ser Verdadeiro

Verdadeiro Ser

Ser Verdadeiro

Verdadeiro Ser

Ser Verdadeiro

Verdadeiro Ser

Ser Verdadeiro

Verdadeiro Ser

Ser Verdadeiro

Verdadeiro Ser,

Verme Homem,

É O Que A Marcha

Dela,

A Marcha Dela Rubra

A Brandir Sua Espada

Que É A Verdade Inominável

Sendo

E A Verdade Inominável

Ocorrendo

E A Verdade Inominável

Correndo,

Valoriza

Valoriza

Valoriza,

A Marcha Dela A Isso Valoriza,

A Marcha Que

Busca A Criação Perfeita

Diante Da Inominabilidade

Da Perfeita Creação

Do Inominável Desconhecido,

Ela Crea

Ela Crea

Ela Crea

Ela Crea

Com Sua Marcha

A Sua Rubra Criação Perfeita

Em Rubra Perfeita Criação,

Ela Crea,

Crea,

Ela,

Ela

A Quinqüagésima Quinta

Deusa Guerreira Inominável,

Ela

A Quinqüagésima Quinta

Deusa Guerreira Inominável,

Ela

A Quinqüagésima Quinta

Deusa Guerreira Inominável,

A Quinqüagésima Quinta

Força Inominável,

A Quinqüagésima Quinta

Força Inominável,

A Quinqüagésima Quinta

Força Inominável!






quinta-feira, abril 26, 2007

0

A Marcha Das Deusas Guerreiras Inomináveis - Canto LIV


Grande Serpentear

Grande Serpentear

Grande Serpentear

Grande Serpentear

Grande Serpentear

Grande Serpentear

Grande Serpentear,

Ah,

Serpentear

Serpentear

Serpentear

Serpentear

Serpentear

Serpentear

Serpentear!


A Criação

Oferece Seu Sangue

À Serpente!


A Criação

Nas Noites Obscuras

E Nas Noites Iluminantes

Cede À Serpente!


A Criação

Envolvida É Pela

Serpente!


Serpente,

Grande Serpente,

Grande Serpente Inominável,

Nas Colunas Da Criação

Enroscada,

Em Toda Alvorada

Presente,

Em Todo Crepúsculo

Presente!


Serpente,

Grande Serpente,

Grande Serpente Inominável,

Presente

Presente

Presente

Presente

Presente

Presente

Presente

Presente

Presente

Presente

Do Inominável Desconhecido

A Todos Os Filhos

Da Inominabilidade!


Serpente,

Grande Serpente,

Grande Serpente Inominável,

Verme Homem,

É A Quinqüagésima Quarta

Deusa Guerreira

Inominável,

Rodeada

Rodeada

Rodeada

Por Todas As Serpentes

Inomináveis

Da Criação,

Sábias Serpentes

Inomináveis

Sábias Serpentes

Inomináveis

Sábias Serpentes

Inomináveis

Sábias Serpentes

Inomináveis

Sábias Serpentes

Inomináveis

Sábias Serpentes

Inomináveis

Sábias Serpentes

Inomináveis

Sábias Serpentes

Inomináveis!


Serpente,

Grande Serpente,

Grande Serpente Inominável,

Serpente Deusa,

Serpente Deusa Guerreira,

Serpente Deusa Guerreira

Inominável

Cuja Espada

Serpentina

Cuja Espada

Serpentina

Cuja Espada

Serpentina

Cuja Espada

Serpentina

Cuja Espada

Serpentina

Cuja Espada

Serpentina

Traz O Veneno Da Cura

De Todas As Dores

Existências,

Traz O Veneno Da Cura

De Todos Os Sofrimentos

Existenciais,

Traz O Veneno Da Cura

De Todos Os Terrores

Existenciais,

Traz O Veneno Da Cura

De Toda A Vossa

Verminosidade

Existencial,

Verme Homem!


Ela Serpenteia

Ela Serpenteia

Ela Serpenteia

Pela Jakin

Das Totalidades

E Pela Bohaz

Das Infinitudes,

As Colunas Mais Do Que

Perfeitas E Inderrubáveis

Da Criação,

Ela É

A Inominabilidade Una

De Kundalini

Aperfeiçoada Nos Princípios

Inomináveis

Do Feminino

E Do Masculino

Da Serpente Una Inominável

Que Ensina,

Sábia É

Sábia É

Sábia É

Sábia É

Sábia É

Sábia É

Sábia É

Sábia É

Sábia É

A Quinqüagésima Quarta

Deusa Guerreira

Inominável,

Verme Homem!


Livre-Se Do Novo

Que Derruba,

Ames O Antigo

Que Ensina,

Ames A Antiga Eremita

Deusa Guerreira Inominável

Serpentina

Que Envenenou De Sabedoria

Os Inomináveis Do Ontem,

Que Envenena De Sabedoria

Os Inomináveis Do Hoje,

Que Envenenará De Sabedoria

Os Inomináveis Do Amanhã

No Grande Dia Do Amanhã,

Grande Dia

Grande Dia

Grande Dia

Grande Dia

Grande Dia

Grande Dia

Grande Dia

Grande Dia

Grande Dia

Grande Dia

No Qual Ela Por Todos

Inominavelmente

Será Conhecida,

Verme Homem!


Serpenteies,

Verme Homem,

Veneno Sábio

Que Faz Com Que Se Nade

No Sábio Infinito Lago

Das Verdadeiras Verdades

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável!


Serpenteies

Serpenteies,

Verme Homem,

Veneno Guerreiro

Que Traz A Morte

Para Todos Os Materiais Pesadelos

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável!


Serpenteies

Serpenteies

Serpenteis,

Verme Homem,

Louco

Louco

Louco

É Aquele Que Não Serpenteia,

Serpentear É A Única Forma

De Se Unir Ao Ondular

Das Altas Ondas

Do Alto Mar,

Serpentear

Serpentear

Serpentear

Ao Lado Da

Deusa Guerreira Inominável

Que É

A Grande Serpente Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável

É Inominável!


Serpentes E Deuses

Serpentes E Deuses

Serpentes E Deuses,

Verme Homem,

Todos Em Ti,

Em Ti,

Serpenteando

Serpenteando

Serpenteando,

Podem Ser

Serpentes E Deuses

Se Se Deixarem Picar

Pelo Veneno Cósmico

Bem Próximo

Aos Verdadeiros Olhos

Entregues Atualmente

Ao Adormecimento Momentâneo

Nestes Tempos Verminosos

De Sonos Muitos,

Tempos Picados,

No Entanto,

Pela Grande Serpente Inominável

Que É

Serpente E Deusa E Guerreira,

Serpente

Ela,

Deusa

Ela,

Guerreira

Ela,

Cosmicamente Serpenteando

Cosmicamente Serpenteando

Cosmicamente Serpenteando

Cosmicamente Serpenteando

Cosmicamente Serpenteando

Cosmicamente Serpenteando

Cosmicamente Serpenteando

Como Eremita Eterna Serpentina

Por Toda A Criação,

Eremita Que Ela

Sabiamente É,

Ela Sabiamente É,

Ela Sabiamente,

Ela É,

Eremita,

Ela

A Quinqüagésima Quarta

Deusa Guerreira Inominável,

Ela

A Quinqüagésima Quarta

Deusa Guerreira Inominável,

Ela

A Quinqüagésima Quarta

Deusa Guerreira Inominável,

A Quinqüagésima Quarta

Força Inominável,

A Quinqüagésima Quarta

Força Inominável,

A Quinqüagésima Quarta

Força Inominável!





quarta-feira, abril 25, 2007

0

A Marcha Das Deusas Guerreiras Inomináveis - Canto LIII




Armas E Poder

Armas E Poder

Armas E Poder,

Armas Inomináveis

Na Guerra

Do Poder Inominável!


Poder De Armas

Poder De Armas

Poder De Armas,

A Ferirem Os Culpados Todos

Por Todas As Maiores

Humanas Mortalhas!


Armas E Tiros

Armas E Tiros

Armas E Tiros,

A Ferirem Inimigos

Da Evolução Humana

Em Todas As Idades!


A Das Armas Inomináveis,

A Das Armas Inomináveis

De Fogos Inomináveis,

Verme Homem,

É A Derrubadora

Dos Involutivos Senhores

Da Humanidade,

Cada Um Deles

É Por Ela Combatido,

Cada Um Deles

É Por Ela Derrotado,

Cada Um Deles

Cada Um Deles

Cada Um Deles

Cada Um Deles

Cada Um Deles

Cada Um Deles

Cada Um Deles

Cada Um Deles

Sucumbe Diante

Da Fúria Protetora Dela

Diante Dos Calamitosos

Morros Recheados De Crânios

Esfacelados!


Esfacelar Crânios Menores

Esfacelar Crânios Menores

Esfacelar Crânios Menores,

Verme Homem,

Crânios De Vermes Perigosos

Ao Verme Que Tu És,

É O Eterno Inominável

Dever Inominável

Da Quinqüagésima Terceira

Deusa Guerreira

Inominável,

A Proteger-Te

A Proteger-Te

A Proteger-Te

A Proteger-Te

A Proteger-Te

A Proteger-Te

A Proteger-Te

A Proteger-Te

A Proteger-Te

A Proteger-Te

A Proteger-Te

A Proteger-Te

Dos Pensamentos Destrutivos

Dos Vermes Que Em Ti São

Filhos Puros

Da Deusa Destruição!


Caem Os Cânticos Menores

Baleados

Pelas Esquinas Menores

E Nas Esquinas Maiores

Os Sons Dos Tiros Das Armas Dela

Ecoam

Ecoam

Ecoam

Ecoam

Ecoam

Ecoam

Ecoam

Ecoam

Ecoam

Ecoam

Ecoam

Ecoam

Ecoam,

Verme Homem,

Anunciando O Distante Fim

Dos Mais Próximos Em Ti

Da Deusa Destruição!


Destruição Dos Inferiores

Destrutivos Vermes

Em Ti,

Verme Homem,

É O Que Ela Promove!


Tiros Salvadores,

Verme Homem!


Tiros Reformadores,

Verme Homem!


Tiros Revolucionários,

Verme Homem!


Tiros Evolucionários,

Verme Homem!


Tiros Verdadeiros,

Verme Homem!


Tiros Inomináveis,

Verme Homem!


Tiros

Tiros

Tiros

Tiros

Tiros

Tiros

Tiros

Tiros

Tiros

Tiros

Tiros

Tiros

Inomináveis

Nas Montanhas Que Estão

A Sangrar

E Nos Montes Que Estão

A Sorrir

E Nos Prados Que Estão

A Cantar

E Nos Serrados Que Estão

A Gargalhar,

Caem Vermes Destruidores

Caem Vermes Destruidores

Caem Vermes Destruidores

Caem Vermes Destruidores

Caem Vermes Destruidores

Caem Vermes Destruidores

Caem Vermes Destruidores,

Verme Homem!


Verme Construtor

Deixando De Ser Verme

É O Que Ela Te Aconselha

Defendendo-Te

Dos Vermes Destruidores,

Verme Homem,

Empunhes Armas Verdadeiras

De Fogos Verdadeiros,

Empunhes Armas Inomináveis

De Fogos Inomináveis,

Atires

Atires

Atires

Atires

Atires

Atires

Atires

Atires

Atires

Atires

Atires

Atires

Atires

Contra Vossos

Vermes Destruidores

Interiores E Exteriores,

Atires Como

A Das Armas Verdadeiras

De Fogos Verdadeiros,

Atires Como

A Das Armas Inomináveis

De Fogos Inomináveis,

Atira

Atira

Atira

Atira

Atira

Atira

Atira,

Atires Como Ela,

Atires,

Como Ela,

Atires,

Como Ela,

Ela Atirando,

Ela Atira,

Ela A Atirar,

Ela

A Quinqüagésima Terceira

Deusa Guerreira Inominável,

Ela

A Quinqüagésima Terceira

Deusa Guerreira Inominável,

Ela

A Quinqüagésima Terceira

Deusa Guerreira Inominável,

A Quinqüagésima Terceira

Força Inominável,

A Quinqüagésima Terceira

Força Inominável,

A Quinqüagésima Terceira

Força Inominável!