A Marcha Das Deusas Guerreiras Inomináveis - Canto LXII


Os Perigos

Os Perigos

Os Perigos

Vencidos

Vencidos

Vencidos

Diante Dos Gigantes

Tenebrosos

Dos Dias,

Diante Dos Gigantes

Tenebrosos

Das Noites!


Tenebrosa A Curva

Diante Das Ruas Sangrentas

No Reto Esmorecer

Das Batalhas

Das Batalhas

Das Batalhas

Que Se Findam

No Estremecer

Do Caótico Mar

Material!


Estremecem

Estremecem

Estremecem

Estremecem

Todos Os Fracos,

Todos Aqueles Que

Não Conseguem

Erguer A Fronte Toda

Para O Guerrear!


Estremecem

Estremecem

Estremecem

Estremecem

Todos Aqueles Que Temem

O Sangue Das Eras

Derramado Pelos Pratos

Das Esferas!


Estremecer

Não

Estremecer

Não

Estremecer

Não

Estremecer

Não

Estremecer

Não

Estremecer

Não

Estremecer

Não

Estremecer

Não

Estremecer

Não,

Verme Homem!

Não

Estremecer

Não

Estremecer

Não

Estremecer

Não

Estremecer

Não

Estremecer

Não

Estremecer

Não

Estremecer

Não

Estremecer,

Verme Homem!


A Vencedora Inominável

Dos Perigos Das Eras,

A Vencedora Inominável

Dos Perigos Das Esferas,

A Vencedora Inominável

A Vencedora Inominável

A Vencedora Inominável

A Vencedora Inominável

A Vencedora Inominável

A Vencedora Inominável

A Vencedora Inominável

A Vencedora Inominável

Do Perigoso Vagar

Das Insanidades Materiais,

Do Perigoso Avançar

Dos Dejetos Materiais,

Do Perigoso Tecer

Dos Vômitos Materiais,

Verme Homem

Com O Seu Machado Inominável

Abre O Crânio Do Ontem,

Abre O Crânio Do Amanhã,

Abre O Crânio Do Hoje,

Para Deles Retirar

A Essência Do

Tributo Ao Armado

Continuar

Continuar

Continuar

A Sempre Pensar

Em Vencer

Diante Dos Dias

Tenebrosos,

Diante Das Noites

Tenebrosas,

O Perigoso

O Perigoso

O Perigoso!


Potência E Essência

Potência E Essência

Potência E Essência,

Verme Homem,

A Sexagésima Segunda

Deusa Guerreira

Inominável

É A Potência Do Machado

A Vencer

O Perigoso

O Perigoso

O Perigoso,

O Perigoso

Que Rasteja Sorridente

Entre As Desgraças Diárias

Da Humanidade,

O Perigoso

Que Rasteja Feliz

Entre Os Vários Sangues

Derramados Pela

Humanidade,

O Perigoso

Que Rasteja Forte

Entre Os Raios Desviados

Da Humanidade,

O Perigoso

Que Rasteja Glamuroso

Entre As Falsas Riquezas

Da Humanidade,

O Perigoso

Que Rasteja Embrutecido

Entre Os Falsos Líderes

Da Humanidade,

O Perigoso

Que Rasteja Coroado

Entre Os Lampejos De Danos

Da Humanidade,

O Perigoso

Que Rasteja Trovejante

Entre Os Mares Finalizadores

Da Humanidade!


O Perigoso

Ela Vence

O Perigoso

Ela Vence

O Perigoso

Ela Vence

O Perigoso

Ela Vence,

Verme Homem,

Ah,

Como

Como

Como

Como

Como

Como

Como

Como

Como

Ela Vence,

A Cada Queda Maior

De Cada Um Que Rasteja

Entre Os Perigos

Da Humanidade

Como Rei,

A Cada Queda Maior

Dos Que São Danos

Que Os Perigos

Ilude A Ponto

De Torná-Los

Falsos Reis,

A Cada Queda Maior

Dos Que Se Arriscam

A Se Alimentarem

De Mais Pratos Existenciais

Além Dos Pratos Existenciais

Que Lhes Compete

Saborear!


Os Perigos Do Perigoso

Tornam-Se Cinza

Ao Tocarem Selvagens

No Escudo Inominável

Da Perigosa Guerreira

Armada Contra Todo

Perigo Nomeável,

Verme Homem,

Ela É

O Perigo Inominável

Ela É

O Perigo Inominável

Ela É

O Perigo Inominável

Ela É

O Perigo Inominável

Ela É

O Perigo Inominável

Ela É

O Perigo Inominável

Ela É

O Perigo Inominável

Para Aqueles Que Incompreendem

A Docilidade De Ser

Inominável,

Doces São Os Inomináveis,

Doce É A Inominabilidade,

Ser Selvagem Na Inominabilidade

Dos Perigos Inomináveis

É Nunca Ser Um Inominável

Que Aceita Arriscar-Se

Pelos Perigos Inomináveis

Em Inominável Verdade

Em Inominável Verdade

Em Inominável Verdade

Em Inominável Verdade!


Doces Perigos Inomináveis

Aguardam-Te Com

A Marcha Dela,

Verme Homem,

Cedas Aos Perigos

Que A Inominabilidade

Traz,

São Perigos Que Revelam

O Que Todo Nome

Que Nada Vem A Esclarecer

Oculta No Manto

Do Grande Mar,

São Perigos Que Enlouquecem

Para Trazer A Sanidade Inominável

Do Visualizar O Kosmos

Sob As Luzes Sãs

Da Verdadeira Realidade,

São Perigos

São Perigos

São Perigos

São Perigos

São Perigos

São Perigos

São Perigos

Da Doce Inominabilidade

Da Doce Inominabilidade

Da Doce Inominabilidade

Da Doce Inominabilidade

Da Doce Inominabilidade

Da Doce Inominabilidade

Da Doce Inominabilidade!


Perigos

Perigos

Perigos

Inomináveis

São Os Caminhos Muitos

Para A Libertadora Chave

Do Eu

Do Eu

Do Eu

Da Prisão Nos Perigos

Da Materialidade,

Verme Homem!


Ela,

A Perigosa,

A Perigosa Inominável,

Os Perigos Inomináveis,

Verme Homem,

Marcha Contigo

Guiando-Te Em Sinuosos

Perigosos Caminhos

De Pura Imaterialidade

De Pura Imaterialidade

De Pura Imaterialidade

De Pura Imaterialidade

De Pura Imaterialidade

De Pura Imaterialidade

De Pura Imaterialidade

De Pura Imaterialidade!


Perigos Inomináveis

Perigos Inomináveis

Perigos Inomináveis

Perigos Inomináveis

Perigos Inomináveis

Perigos Inomináveis

Perigos Inomináveis,

Verme Homem,

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os

Deseje-Os,

A Desejável Que Vos Guia

Aos Perigos Inomináveis

Assim Grita Docemente Inominável

À Vossa Alma Eterna,

Toque Nos Perigos,

Toque Nela,

Dance Nos Perigos,

Dance Com Ela,

Carne Nos Perigos,

Carne Com Ela,

Ser Nos Perigos,

Ser Com Ela,

Ter Nos Perigos,

Ter Com Ela,

Marcha Nos Perigos,

Marcha Com Ela,

Ela

A Sexagésima Segunda

Deusa Guerreira Inominável,

Ela

A Sexagésima Segunda

Deusa Guerreira Inominável,

Ela

A Sexagésima Segunda

Deusa Guerreira Inominável,

A Sexagésima Segunda

Força Inominável,

A Sexagésima Segunda

Força Inominável,

A Sexagésima Segunda

Força Inominável!






Comentários

Postagens mais visitadas