A Marcha Das Deusas Guerreiras Inomináveis - Canto LXX


Dragões Inimigos

Dragões Menores

Dragões Inimigos

Dragões Menores

Dragões Inimigos

Dragões Menores

À Espreita

À Espreita

À Espreita!


Dragões Menores

Nocivos

Nocivos

Nocivos

À Integridades De Todas

As Esferas Existenciais!


Dragões

Dragões

Menores

Menores

Nocivos À Vossa Integridade

Esférica Existencial,

Verme Homem,

Nocivos

Nocivos

Nocivos!


Dragões Menores À Espreita

No Lago Terrestre

Dos Sonhos E Dos Pesadelos

Diante Do Véu Terrível

De Ilusões Maiores

Da Deusa Maya,

A Inimiga Nomeável

A Inimiga Nomeável

A Inimiga Nomeável

A Inimiga Nomeável

De Todas As Verdades

Inomináveis,

Verme Homem,

As Verdadeiras

Verdades

Da Verdadeira Verdade

As Verdadeiras

Verdades

Da Verdadeira Verdade

As Verdadeiras

Verdades

Da Verdadeira Verdade!


Dragões Menores À Espreita

Dragões Menores À Espreita

Dragões Menores À Espreita

Dragões Menores À Espreita

Dragões Menores À Espreita

Dragões Menores À Espreita

Dragões Menores À Espreita,

Verme Homem,

Mas A Septuagésima

Deusa Guerreira

Inominável

Está Atenta

Está Atenta

Está Atenta

Está Atenta

Está Atenta

Está Atenta

Está Atenta

Está Atenta

Está Atenta

Está Atenta

Está Atenta

Empunhando No

Lago Inominável

Da Inominável Existencialidade

A Sua Protetora

Espada Inominável!


A Dizimadora Dos Dragões Menores,

Dragões Inimigos Da Evolução

Advinda Da Draconiana

Inominável Expansão

Do Grande Dragão

Inominável,

Verme Homem,

Seca Os Lagos Nomeáveis

Na Aparência Que Possui

De Inominável Selvagem

Deusa Guerreira

Potencialmente Calada,

Calada

Calada

Calada

Calada

Calada

Calada

Calada

Calada

Calada

Calada

Calada

Inominavelmente

Calada!


Calada,

A Septuagésima,

A Dizimadora De Todos

Os Perturbadores Dragões Menores

A Serviço Das Luzes Inomináveis

Do Grande Dragão

Inominável,

Calada Ela Está Atenta

A Todo Dragão Menor

Que Na Terra Ameaça

A Equilibrada Força

Do Arcano Maior

De Todos Os Arcanos Maiores

Das Chaves De Todas As Portas

E Das Portas De Todos Os Caminhos

E Dos Caminhos De Todas As Sendas

Que Encaminham A Todas As Chaves

De Todos Os Caminhos

Em Todas As Sendas

Da Luzidia Maioridade

Da Luzidia Maioridade

Da Luzidia Maioridade

Da Luzidia Maioridade

Da Luzidia Maioridade

Da Luzidia Maioridade

Da Luzidia Maioridade

Da Inominabilidade!


A Septuagésima,

A Dizimadora,

A Calada,

Verme Homem,

Parada

Parada

Parada

Parada

Parada

Parada

Parada

Parada

Parada

Parada

Parada

Em Todos Os Lagos

Inomináveis

Do Faustoso Lago Inominável

Onde Nadam

Os Inomináveis

Tem A Certeza,

A Certeza Silenciosa,

A Certeza Inominavelmente

Silenciosa,

De Ser A Dama Das Honras

De Inomináveis Matrimônios

De Vermes Humanos

Que Deixaram

E Que Deixam

E Que Deixarão

De Ser

Vermes Humanos

E Adentraram

E Adentram

E Adentrarão

Como

Verdadeiros Humanos,

Como Os Antigos

Que Eram Deixam

Que Esqueciam Todas As Suas

Lágrimas,

Nos Sorrisos Maiores

Da Inominabilidade

Movimentando-Se

Movimentando-Se

Movimentando-Se

Movimentando-Se

Movimentando-Se

Movimentando-Se

Movimentando-Se

Movimentando-Se

Movimentando-Se

Movimentando-Se

Movimentando-Se

Mutavelmente!


A Septuagésima,

A Dizimadora,

A Calada,

A Parada,

Verme Homem,

É O Átomo Mais Guerreiro

Dos Elementos Todos

Dos Lagos Inomináveis

Do Lago Inominável,

É Átomo Da Guerra

Na Qual Vence

Os Dragões Inimigos

Da Inominabilidade

A Serviço Da Inimiga Feroz

Deusa Maya,

Esta Deusa Das Mais Tenebrosas

Que Cega Os Homens

E Que Cega As Mulheres,

Os Homens Que Acreditam

Que Seus Nomes

E Os Nomes De Todas As Coisas

São As Plurais Certezas

Da Unidade Que Se Multiplica,

As Mulheres Que Acreditam

Que Seus Nomes

E Os Nomes De Todas As Coisas

São As Plurais Certezas

Da Unidade Que Se Multiplica,

Homens E Mulheres Da Terra

Que São

Vermes

Homens E Mulheres Da Terra

Que São

Vermes

Homens E Mulheres Da Terra

Que São

Vermes!


A Septuagésima,

A Dizimadora,

A Calada,

A Parada,

Verme Homem,

Dizima

Calada

Parada

Setenta Vezes

Inominavelmente

Os Dragões Que Te Fazem

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Ser

Verme!


A Septuagésima,

A Dizimadora,

A Calada,

A Parada,

Verme Homem,

Setenta Vezes

Dizimando

Calada

Parada

Dragões Que Te Fazem Ser

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Degraça

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Desgraça

Para Ti Mesmo,

Somente Exprime

O Seu Verbo Inominável

Quando As Águas

De Todos Os Lagos Da Criação

Interrompem Um Ciclo De Todas

As Uniões

E Os Seres

E As Coisas

Encontram Descanso Maior

Na Noite Cósmica

Diante Do Dia Cósmico

E Deitada Sobre Todas

As Fontes De Poder

E Deitada Em Toda

Fonte De Poder

Como A Fonte De Poder

Inominável

Como A Fonte De Poder

Inominável

Como A Fonte De Poder

Inominável

Como A Fonte De Poder

Inominável

Como A Fonte De Poder

Inominável

Como A Fonte De Poder

Inominável!


A Septuagésima

A Septuagésima

A Septuagésima

A Dizimadora

A Dizimadora

A Dizimadora

A Calada

A Calada

A Calada

A Parada

A Parada

A Parada,

Verme Homem,

É Setenta Vezes A Mãe

Das Dizimações Silenciosas

Que Se Movimentam

Em Vosso Eu Verminoso

Que Um Dia Foi Eu Maior,

Eu De Deuses

Eu De Deuses

Eu De Deuses

Eu De Deuses,

Eu Dos Deuses

Que No Alto Tempo Antigo

Tu Fostes

Inominavelmente,

Eu De Deuses

Que Ela Forja Novamente

Conduzindo Dentre Vós

Aqueles Que Resolvem Nadar

Inominavelmente

Nos Lagos Inomináveis

Do Lago Inominável,

Ela Forja Sim

Ela Forja Sim

Ela Forja Sim,

Dizimando Os Perigosos

Dragões Da Deusa Maya

Calada,

Parada,

Calada

Parada,

Calada,

Parada,

Ela

A Septuagésima

Deusa Guerreira Inominável,

Ela

A Septuagésima

Deusa Guerreira Inominável,

Ela

A Septuagésima

Deusa Guerreira Inominável,

A Septuagésima

Força Inominável,

A Septuagésima

Força Inominável,

A Septuagésima

Força Inominável!






Comentários

Postagens mais visitadas