quinta-feira, setembro 27, 2007

0

Deusa Atena Mãe Carinhosa


Poucos possuem o prazer,

Poucos possuem o aroma dourado,

Poucos possuem o ar excitado,

De conseguir encontrá-La

Entre os muitos e vários e poucos

Ramos de Verdadeiras Árvores

De Verdadeiros Galhos...

Poucos sorrindo,

Poucos chorando,

Poucos dados ao mover-se

Entre as Leis Da Sabedoria

E Da Magna Inteligência,

Amando-Te,

Deusa Atena,

Deusa Mãe,

Deusa Carinhosa,

Deusa Atena Mãe

Carinhosa!

Carinhos,

Carinhos para os poucos,

Os poucos que guerreiam

Na Sabedoria Que Não Mata

E Na Inteligência Que Não Humilha,

Poucos que são

Os Verdadeiros Humildes,

Colhendo as folhas

De Aprendizados Maiores,

Recolhendo as raízes

De Livros Ocultos,

Insistindo

No Verdadeiro Saber,

Resistindo

No Verdadeiro Fazer!

Nada fica além

Das Vossas Mãos Maternais

Sábias,

Mãos que vasculham

As poucas ricas

Verdadeiras Almas

Que buscam-Te

Em todas as mais

Tenras Verdadeiras Praças,

Praças Sábias,

Sábias Praças,

Em cujos bancos

Os Seres Mais Altos

Da Sabedoria Das Esferas

Apoiam-Se Em Ti

Na Grande Refeição

Da Sabedoria Cósmica!

Deusa Atena Mãe

Carinhosa,

Ó,

Deusa Atena Mãe

Carinhosa,

Muito os poucos possuem,

Muito eles possuem,

Como são assim

Transcendentalmente felizes,

Pois A Felicidade

Da Verdadeira Sabedoria

É O Acúmulo Da Felicidade

Da Presença Em Si

Da Verdadeira Mãe

Que Sabe Do Saber

De Todas As Verdadeiras

Criaturas!

Os poucos,

Os Poucos Que Sabem,

São As Verdadeiras Criaturas,

São como Centauros Das Eras,

Agraciados por Ti

Com o Vosso Toque,

Toque De Deusa Carinhosa,

Toque De Deusa Mui Carinhosa,

Mui Carinhosa

E Mãe,

Sábia Mãe,

Mãe Sábia,

Grande Sábia Mãe Alta,

Sábia Grande Mãe Alta,

Mãe

Mãe

Mãe

Mãe

Mãe

Mãe

Mãe

Mãe

Carinhosa!

A este bardo aqui,

Que procura ser

Um dos poucos,

Um dos Centauros Das Eras,

Deusa Atena Mãe

Carinhosa,

Concedas Vossos Sábios Afagos,

Concedas Vossos Sábios Carinhos,

Sou e sinto que sou

Também um dos vosos

Verdadeiros Filhos,

Verdadeiros Poucos Filhos...

Acariciai-me,

Deusa Atena Mãe

Carinhosa...

Acariciai também

A esta Humanidade

Tão tola em sua maldade

E tão imbecial

Em sua cegueira

De não presenciar

A todos os Deuses

Ainda aqui...

Dai Sabedoria,

Deusa Atena Mãe

Carinhosa,

A esta Humanidade,

Aos seres humanos

Meus irmãos,

Irmãos em sua grande maioria

Verdadeiros Tolos,

Verdadeiros Imbecis,

Que não possuem

A Sábia Clarividência

De visualizarem

Que um dia foram

Dourados

E que hoje são

Vermes Enlatados

E que

No Grande Dia Do Amanhã

Podem vir a ser

Mais Do Que Dourados...

Ah,

Deusa Atena Mãe

Carinhosa,

Eu choro,

Choro,

Eu choro,

Recolhendo-me agora,

Encolhendo-me agora,

Sentindo vossas

Sábias Carinhosas Mãos

Afagando os meus cabelos,

Cabelos de bardo inominável,

Cabelos de humano,

Humano Verme Enlatado...





sexta-feira, setembro 21, 2007

0

Qual A Verdadeira Refeição Que Se Busca?


Um povoado de vezes

Fez-se presente

No coroado espelho

Sem presentes


Povos sedentos de véus

São desse povoado

Que busca uma refeição

Que não seja O Estragado


O povoado é rico de misérias

O povoado é uma miséria

É o mundo este miséria

A Terra Mundo Da Miséria


A Deusa Miséria

A Deusa Fome

Fazendo estragos

Fazendo desnutridos


Sou miserável bardo

Sou faminto bardo

Somos miseráveis fardos

Somos famintos fardos


Refeição

Verdadeira Refeição

Qual A Verdadeira Refeição

Que Se Busca?


Temo pela resposta

Tremo pela resposta

Repouso na resposta

Escondo a resposta


Refeição

Verdadeira Refeição

Qual A Verdadeira Refeição

Que Se Busca?


Realizo uma churrascada de danosidades

Realizo uma feijoada de ferocidades

Realizamos banquetes todos defecantes

Estamos sempre insatisfeitos


Refeição

Verdadeira Refeição

Qual A Verdadeira Refeição

Que Se Busca?


Talheres de cinza

Talheres de barro

Talheres de lama

Talheres de escarro


Refeição

Verdadeira Refeição

Qual A Verdadeira Refeição

Que Se Busca?


Eu quero essa Refeição

Nós queremos essa Refeição

Não quero o lixo mais da Falsa Refeição

Não queremos o lixo mais da Falsa Refeição


Refeição

Verdadeira Refeição

Qual A Verdadeira Refeição

Que Se Busca?


Pego no prato

Pegamos nos pratos

Apenas areia com escorpiões negros

Apenas lama com serpentes najas


Refeição

Verdadeira Refeição

Qual A Verdadeira Refeição

Que Se Busca?


Quero A Refeição

Queremos A Refeição

Quero A Verdadeira Refeição

QUEREMOS A VERDADEIRA REFEIÇÃO!!!


Refeição

Verdadeira Refeição

QUAL A VERDADEIRA REFEIÇÃO

QUE SE BUSCA?




terça-feira, setembro 18, 2007

0

Os Lobos Sagrados Das Eras Sagradas


Eras Sagradas,

Hoje intransponíveis

Em sua visão

Pelos homens e mulheres

Que hoje nascem

Para ser folhas rasgadas

De latão,

As Eras Sagradas,

Eras Sagradas...


Eras de tempos melhores,

Eras de tempos maiores,

Os tempos melhores

Dos homens e das mulheres,

Os tempos maiores

Dos homens e das mulheres,

Homens que eram senhores

Do Sagrado,

Mulheres que eram senhoras

Do Sagrado...


Ouvi O Grande Lobo

Uivar em todo campo

Deste orbe terrestre

Então Orbe Sagrado...


Ouvi O Grande Lobo

Uivar e dizer a todos

Com a Sua Grande Voz

De Ser Maior Da

Verdadeira Voz Mãe

Das Coisas

Que Uivos São

Os Verdadeiros Calores

Do Verdadeiro Ser

Pelos Campos Existenciais...


Ouvi O Grande Lobo,

Eu era jovem,

Jovem Eremita,

Jovem Caminhante,

Jovem Deus,

Jovem Homem,

Ainda a iniciar

A minha Caminhada

Aqui neste mundo

Que hoje é

Mundo de lobos vis...


Ouvi O Grande Lobo

Quando a Terra ainda era

Mundo de lobos nobres,

Mundo De Lobos Sagrados,

Homens Que Sabiam Uivar,

Mulheres Que Sabiam Uivar,

Uivar e correr

Pelos Campos Do Verdadeiro,

O Verdadeiro Existir

No Terrestre Lar...


Fui Senhor Dos Lobos Sagrados,

Todos os homens foram

Senhores Dos Lobos Sagrados,

Todas as mulheres foram

Senhoras Dos Lobos Sagrados,

Os Lobos que ainda Uivam

Com os poucos homens

E com as poucas mulheres

Que hoje,

Neste Hoje,

Sabem Uivar...


Fui Senhor Dos Lobos Sagrados,

Fui Lobo Sagrado,

Kakamarata me seguia,

Ajamarta me consagrava,

Adaeramata me protegia,

Semarata me orientava,

Os Quatro Lobos Maiores,

Deuses Esquecidos

Pelo Homem Neste Hoje,

Seguiam,

Consagravam,

Protegiam,

Orientavam,

Aos homens

E às mulheres

Daquelas Lupinas

Eras Sagradas...


O uivar da maioria

Dos homens neste Hoje

É latido de lobo ferido

E moribundo...


O uivar da maioria

Das mulheres neste Hoje

É latido de loba ferida

E moribunda...


Meu uivar

É latido de lobo ferido

E moribundo...


Nesta Era Nada Sagrada,

Nestes meus trinta e um mil

Anos de idade

Aqui nesta esfera terrestre

Vividos,

Sou Antigo,

Antigo Eremita,

Antigo Caminhante,

Antigo Não-Deus,

Ainda Caminhando,

Caminhando e tentando

Novamente poder uivar

Como nas Eras Sagradas

Nas quais os homens e as mulheres

E os lobos

Eram Filhos Da Face Lupina

De Todos Os Deuses

Da Criação...


Não sei mais,

Hoje,

Neste Hoje,

Verdadeiramente Uivar...


Tu sabes

Verdadeiramente Uivar,

Homem?


Tu sabes

Verdadeiramenre Uivar,

Mulher?





quarta-feira, setembro 12, 2007

0

Visitai-Me, Deusa Inocência...


Estava caminhando aniquilado

Entre as ruínas do Homem Esgotado

Caminhando a esgotados passos

Caminhando com esgotados lagos


Estava caminhando adormecido

Em um leito reduzido

A acúmulos de indícios

Do Retorno Do Verdadeiro Homem


Todos nós caminhamos

Caminhamos aniquilados

Caminhamos adormecidos

E nunca despertamos salvos


Todos nós caminhamos

Todos nós Homens Esgotados

E o adormecer em nossos leitos

É a chance Dela dar o Seu Recado


Ela e Seus Anjos Soberanos

Seres Do Alto

Aproximam-se de nós que apenas

Ignoramos a todos os Anjos


Ela e Seus Anjos Soberanos

Cercam nossa coroa quebrada

E ajustam nosso moroso trono

Para que não os percamos


Ela e Seus Anjos Soberanos

Dão-nos Verdadeiro Carinho

Carinho Inocente

Carinho Alto


Ela e Seus Anjos Soberanos

Acariciam nossos cabelos desgastados

Acariciam nossos rostos aterrados

Acariciam nossos corpos deletados


Ela e Seus Anjos Soberanos

Tentam retirar de nós

Os humanos venenos

Os humanos terrores


Ela e Seus Anjos Soberanos

Tentam fazer de nós

Gentis humanos seres

Nobres humanos seres


Ela e Seus Anjos Soberanos

São os Verdadeiros Lençois

Que nos encobrem

Nas noites desta Terra sem encantos


Ela e Seus Anjos Soberanos

São A Luz Inocente Da Grande Noite

Luz Do Verdadeiro Ser

Luz Do Verdadeiro Ter


Ela e Seus Anjos Soberanos

Visitam-nos apenas à noite

Apenas quando estamos adormecidos

Porque somos cegos quando despertos


Ela e Seus Anjos Soberanos

Nos concedem os sonhos belos

As caminhadas em Altos Horizontes

E nós nem delas nos lembramos despertos


Ela e Seus Anjos Soberanos

Toda noite estão a visitar-nos

E ao raiar do dia

Nos esquecemos de tais Grandes Visitantes


A Deusa Inocência

Os Anjos Da Inocência

São Nosso Verdadeiro Raiar No Dia

Que Se Faz Em Nós Com As Suas Visitas


Visitai-me,

Deusa Inocência...




>

segunda-feira, setembro 10, 2007

0

Abraço Supremo E Absoluto Da Deusa Luz


O Coração Liberto,

O Peito Aberto,

A Chama Cresce,

A Força Excede,

Deusa Luz

Deusa Luz

Deusa Luz!


Libertação Amante,

Amor Liberto,

O Verdadeiro Amor,

Ó,

O Verdadeiro Amor,

Aquele Amor,

Ó Ó Ó,

Deusa Luz

Deusa Luz

Deusa Luz!


Adão Perfeito,

Adão Absoluto,

Adão Supremo,

Vindo Do Momento

Do Fênix Dourado,

Absorvendo O Monumento

Da Verdade Admirável!


Adão Perfeito,

Adão Absoluto,

Adão Supremo,

Abraçado Pela Senhora,

Pela Senhora,

Ó,

Deusa Luz,

Ó Ó Ó,

Deusa Luz,

Vinda De Todo

Círculo Maior,

Navegante No Alto

Do Grande Mar,

Virgem Intocável,

Esposa Inegável

Do Homem Que Sabe

Da Matéria Se Libertar!


Deusa Luz

Deusa Luz

Deusa Luz,

Senhora A Correr,

Senhora A Voar,

Ó,

Deusa Luz,

Ó Ó Ó,

Deusa Luz,

Correndo Pelos Campos

Das Amadas Vertigens,

Voando Pelos Horizontes

Das Aladas Purezas,

Prateada,

Dourada,

A Prata Luzidia

Da Verdadeira Riqueza,

O Dourado Luzidio

Da Verdadeira Realeza!


Deusa Da Criação,

Deusa Mãe Maior

Da Criação,

Deusa Da Criação

Para Os Iluminados

Do Caminho Luzidio

Da Verdadeira Vida,

Ó,

Ó Ó,

Ó Ó Ó,

Deusa Luz

Deusa Luz

Deusa Luz.

Abraçando Os Verdadeiros,

Abraçando

Os Verdadeiros Libertos,

Os Da Verdadeira Coragem,

Os Da Coragem Que Encerra

Toda Correnteza De Mares

Aprisionantes

Na Inimiga Deusa Carne,

Na Inimiga Deusa Matéria!


Que Eu Seja

No Grande Dia Do Amanhã

Um Deles,

Deusa Luz!


Que Eu Esteja

No Grande Dia Do Amanhã

Com Eles,

Deusa Luz!


Que Eu Seja

Abraçado Por Ti

No Grande Dia Do Amanhã.

Deusa Luz!


Que Eu Esteja

Abraçado Agora Por Ti

Neste Pequeno Dia Do Hoje,

Deusa Luz!


Lux Divina

Lux Divina

Lux Divina


Lux Imperator

Lux Imperator

Lux Imperator


Lux Maxima

Luz Maxima

Lux Maxima


Lux Suprema

Lux Suprema

Lux Suprema


Lux Absoluta

Lux Absoluta

Lux Absoluta