Sob O Divino Alto Inspirar Das Musas Do Alto Lar


No Gigantesco Afã Envolvente

Das Coisas Universais,

No Gigantesco Frescor Envolvente

Dos Ventos Das Coisas Universais,

No Gigantesco Coração Envolvente

Dos Organismos Das Coisas Universais,

Os Movimentos Das Esferas

Dizem Aos Poetas

Do Que Se Passa Ao Longe,

Bem No Alto,

Bem Perto Dos Deuses,

Bem Perto Dos Anjos,

Bem Perto Dos Arcanjos,

Bem Perto Dos Engenheiros,

Bem Perto Dos Construtores,

Bem Perto Dos Mantenedores,

Bem Perto Dos Inspiradores,

Bem Perto Dela,

Bem Perto Dele.


Na Pena Poética

Há Uma Musa,

Nas Penas Poéticas

Hão As Musas,

As Musas Não-Oníricas,

As Musas Não-Lendárias,

As Musas Reais

Que Inspiraram

A

Homero,

A

Hesíodo,

A

Virgílio,

A

Dante,

A

Milton,

A

Blake,

A

Todos Os Poéticos Cantantes

Das Evoluções E Revoluções

Das Coisas Das Altas Esferas

Revelando-Se Nas

Baixas Esferas

E Nas Mais Baixas Esferas.


Meu Irmão

Homero,

Meu Irmão

Hesíodo,

Meu Irmão

Virgílio,

Meu Irmão

Dante,

Meu Irmão

Milton,

Meu Irmão

Blake,

Da Musa Calíope

Recebemos A

Alta Eloqüência,

Da Musa Clío

Recebemos As

Altas Façanhas,

Da Musa Erato

Recebemos A

Alta Música Carnal,

Da Musa Euterpe

Recebemos A

Alta Música Humana,

Da Musa Melpómene

Recebemos O

Alto Coro Dos Acontecimentos,

Da Musa Polimnia

Recebemos O

Alto Canto Sagrado,

Da Musa Talía

Recebemos A

Alta Alegria,

Da Musa Terpsicore

Recebemos A

Alta Dança,

Da Musa Urania

Recebemos Os

Altos Astros Celestes.


Irmãos Poetas meus,

De Homero,

De Hesíodo,

De Virgílio,

De Dante,

De Milton,

De Blake,

Irmãos Poetas

Da Humanidade,

Das Musas

Caliope,

Clío,

Erato,

Euterpe,

Melpómene,

Polimnia,

Talía,

Terpsícore,

Urania,

Das Musas Desconhecidas

Da Criação,

Das Musas Inomináveis

Da Criação,

Recebemos

O Alto Beijo Sagrado

Da Deusa Poesia,

A Deusa Poesia

Que Discursa,

Que Realiza Façanhas,

Que Procria,

Que Molda Melodias,

Que Canta Para

Os Acontecimentos,

Que Canta Para

As Humanidades,

Que É De Sua

Alta Parte

A Verdadeira Alegria,

Que Dança,

Que É Astro Celeste,

Em Nós,

Através De Nós,

Por Nós

E Por Aqueles Que

Nos Ouvem

E Nos Lêem,

Os Não-Poetas

De Todos Os Mundos

Da Criação.


Aos Não-Poetas

Desejamos Que Se Tornem

Poetas Como Nós,

Que Ouçam As Musas,

Que Se Deixem Ser Tocados

Pelas Musas,

As Senhoras Conservadoras

Da Deusa Poesia,

Pois Tudo É

A Deusa Poesia

Na Criação,

Tudo É A Grande Musa

Deusa Poesia,

Desde As Pequenas Coisas

Que Nascem E Renascem

Às Grandes Coisas

Que Se Transformam

Com O Grande Passar

De Todas As Eras

E De Todas As Idades,

Tudo Poetiza Altamente,

Tudo É A Alta Poesia,

As Musas Em Tudo,

A Deusa Poesia Em Tudo,

As Musas Em Tudo,

A Deusa Poesia Em Tudo,

As Musas Em Tudo,

A Deusa Poesia Em Tudo,

As Musas Em Tudo,

A Deusa Poesia Em Tudo,

As Musas Em Tudo,

A Deusa Poesia Em Tudo,

As Musas Em Tudo,

A Deusa Poesia Em Tudo,

As Musas Em Tudo,

A Deusa Poesia Em Tudo,

As Musas Em Tudo,

A Deusa Poesia Em Tudo,

As Musa Em Tudo,

A Deusa Poesia Em Tudo,

As Musas Em Tudo,

A Deusa Poesia Em Tudo,

As Musas,

A Deusa Poesia...




Comentários

Olá Inominável, venho convidar-te a ser um colabordor, temos alguns textos na fila de espera e esperamos ter textos teus relacionados com a miséria, textos pequenos, pois na net andamos talmente apresados e o tempo é curto para lermos coisas extensas. Assim snedo, envinos um texto para o email do projeto e envia seu email do seu blogue e seu blogue ficará isncrito como colaborador.
Abraço
Alda Inacio

Postagens mais visitadas