Do Belo Alto Verdadeiro Amor


A Deusa Esperança

Resolve passear por entre

As migalhas dos muros meus

Que derrubados estão sendo

Com a abertura da minha

Consciência Interior

Para O Verdadeiro Ser.


A Bela Criança

Chamada Inocência,

A Deusa Inocência,

Se deita diante de mim

Como que para ser carregada

Ao colo,

Faço isso sem ser

Digno...


Felicidade,

A Deusa Felicidade,

Trazendo em Seu Alto Sorriso

O Ar Da Alta Beldade Una,

Me mostra ainda a atitude

Dos que Verdadeiramente Amam

Em um Alto Altar denominado

O Altar Da Verdadeira Vida.


Como mãe amorosa abraçando

E beijando seu bebê querido,

A Deusa Afrodite Revestida

De Elevada Vestimenta

Toda Amorosamente Alta,

Abraça-me com fervor,

Eu choro,

Eu muito choro...


Como Grande Mãe Amorosa,

A Deusa Afrodite,

Alta Representante De Todas

As Mães Da Criação,

Me beija nos lados da face

E nas costas das mãos,

Eu agradeço,

Eu muito agradeço...


Como Grande Mãe De Todo

Alto Amor,

A Deusa Afrodite

Beija-me as lágrimas,

Que ao toque de Seus Lábios

Tornam-se mares dourados

Nos quais banho-me

Todo honrado...


Como Senhora Do

Verdadeiro Amor,

A Deusa Afrodite

Expande Seu Beijo

Pelos Filhos Terrestres

Do Grande Mar,

Filhos Desgraçados,

Filhos Sem Verdadeiro Amor...


Como Senhora Do

Verdadeiro Amor,

A Deusa Afrodite

Beija o mendigo aidético

E o favelado esfomeado,

O rico egoísta

E o assassino desenfreado,

Todos Merecem Ser Amados!


Como Senhora Do

Verdadeiro Amor,

A Deusa Afrodite

Beija o animal ferido

E a árvore derrubada,

As Criaturas Altas

E As Criaturas Baixas,

Todos Merecem Ser Amados!


Como Senhora Do

Verdadeiro Amor,

A Deusa Afrodite

Beija a Deusa Gaia,

A Deusa Gaia Ferida,

A Deusa Gaia Revoltada,

Pela Falta Que Faz Aqui

O Verdadeiro Amor!


Como Senhora Do

Verdadeiro Amor,

Humano Que Não Ama

Verdadeiramente,

Humana Que Não Ama

Verdadeiramente,

A Deusa Afrodite

Não Se Esquece De Te Amar.


Mas,

Vós,

Humano Nada

Verdadeiramente Amoroso,

Humana Nada

Verdadeiramente Amorosa,

Não sentis O Verdadeiro Amar,

Atrofiados estais...


Sou uma criança,

Sou um bebê,

A Deusa Afrodite me abraça

Em seu colo,

Sorrio e adormeço,

Quero Verdadeiramente Amar,

Quero Verdadeiramente Amar...


Inominável Ser

QUERENDO

VERDADEIRAMENTE

AMAR




Comentários

Postagens mais visitadas