Ashalane, A Deusa Guerreira Do Deserto




Guerreio no deserto,

tenho fome,

muita fome,

demasiada fome,

bruta fome,

como a areia

do deserto...


Guerreio no deserto,

tenho sede,

muita sede,

demasiada sede,

bruta sede,

bebo a água

do deserto...


Guerreio,

desértico,

em meio a campos

cheios de cadáveres,

em meio a chamados

de uma Deusa chamada

Morte...


Guerreio sendo

um deserto,

meus apelos caem

em oásis de

esquecidos reinos,

estou perdido,

estou pedindo...


Pedindo...


perdido...


Pedindo...


preso...


Pedindo...


penso...


Da areia,

então,

surge correndo

uma Deusa Guerreira,

Ashalane,

A Deusa Guerreira

Do Deserto!


Ashalane,

Sua Katana,

modificando meu

cansado caído

semblante,

extinguindo-me

a sede e a fome!


Ashalane,

Rasgante,

fazendo com que

eu me erga

do pó desértico

aos meus pés,

seguindo adiante!


Ashalane,

Musa Da Guerra,

Vestíbulo de vitórias

que marcam as histórias

de minhas Existências

no Reino Do Tempo

Dos Guerreiros Sonhos!


Ashalane,

Antiga Deusa,

conhecida desde

a Assíria e a Babilônia

e mundos acima

deste mundo

por este a poetizá-La!


Ashalane,

Guerra No Deserto,

Filha Impetuosa

Do Frescor Da Guerra,

Heroína,

Eterna Heroína,

Resgatando Guerreiros!


Ashalane

Resgata-me,

eis-me aqui,

inimigos,

eu Inominável Ser

estou brandindo

a Guerreira Pena!


E sendo Guerreiro

em uma Guerra

no campo da criação,

sem sangue,

sem ódio,

apenas versos,

apenas letras!


HAVE

ASHALANE

BARYU GAME

BANAM MAYR

TRE KALE

LAKUN MIYGER

IYAME

IYAME

IYAME

IYAME

IYAME

IYAME

IYAME

IYAME

IYAME


Inominável Ser

GUERREANDO

COM A PENA

CONSAGRADA POR

ASHALANE







Comentários

Postagens mais visitadas