Na Corte Do Rei Dioniso





“Os goles descem devagar”


Dioniso Corre
Pelo Louco Mundo
Montado sobre
O Poder Gerador
Da Fecundação
Do Ventre
Das Fêmeas
Ardentes!

O Vinho
Contém
Sua Glória!

O Vinho 
Contém
Seu Caminho!

O Vinho
Contém
Seu Destino!


Dioniso
Percorre As
Diurnas Estradas
E As Noturnas Estradas
Com Seu Séquito
De Bacantes
E Sátiros!

O Vinho
Narra
Sua História!

O Vinho
Narra 
Sua Poesia!

O Vinho
Narra
Seu Ensino!


Vejam
A Dança
Do Rei Louco!


Vejam
O Embriagado
Rei Do Mundo!


Vejam
A Orgia
De Seu Reinado!


Entre As Pernas
De Muitas
E De Todas,
Nas Entradas
De Muitos
E De Todos,
A Loucura Do Rei
É A Maior
E Mais Sagrada
De Todas
As Loucuras!


Vejam
O Rei
Está Chegando!


Vejan


O Rei
Brinca!


O Rei
Pula!


O Rei
Sorri!


O Reino
Dos Embriagados
Pés
Vem Todo
Atrás,
À Frente
E Dos Lados!


Dioniso,
O Louco,
O Bêbado,
O Bacanal
No Eterno Panteão
Natural!


Dioniso
Eterno!


Dioniso
Encantador!


Dioniso
Arrebatador!


“Os goles descem devagar”


Inominável Ser
SEMPRE
ACOMPANHANDO
PELOS FILHOS
DA ETERNA
EMBEIAGUEZ





Comentários

Postagens mais visitadas