Colhendo Com Deméter, Colhendo Com Perséfone...




Colhendo com Deméter,
Dádivas das flores
Da Primavera
Em meu coração.

Colhendo com Perséfone,
Sussurros de flores
Eternamente Amigas
Da Escuridão.

Colhendo com Deméter,
Minhas mãos transbordam
Com os frutos
Do Verão.

Colhendo com Perséfone,
Minhas mãos acolhem
Os frutos nascidos
Do Abismo.

Colhendo com Deméter,
O orvalho do Outono
Banha as folhagens
Do meu Eu.

Colhendo com Perséfone,
O venenoso orvalho
Do Reino das Trevas
Habita meu interior.

Colhendo com Deméter,
O frio do Inverno
Faz bem ao meu
Pleno Existir.

Colhendo com Perséfone,
O frio das Trevas
É onde me oculto
Quando estou a dormir.

Colhendo com Deméter,
Beijado sou
Pelas Musas
Das Estações.

Colhendo com Perséfone,
Amado sou
Pelas Musas
Abismais.

Colhendo com Deméter,
Me aproximo
Do Construir
Do meu Olimpo.

Colhendo com Perséfone,
Me constituo
Dentro do meu Reinado
No Abismo.

Colhendo com Deméter,
Colhendo com Perséfone,
Deusas Desafiadoras,
Deusas Fervorosas.

Colhendo com Deméter,
Colhendo Com Perséfone,
Deusas Diurnas,
Deusas Noturnas.

Colhendo com Deméter,
Colhendo com Perséfone,
Deusas da minha alma,
Deusas do meu coração.

Inominável Ser
COLHENDO
COM DEMÉTER
COLHENDO
COM PERSÉFONE

Comentários

Postagens mais visitadas