Nas Cordas Da Lira De Orfeu


Landscape with Orpheus and Euridice - Nicolas Poussin 


Cordas
Que tocam
Para
O Alto,
Para
O Baixo.

Cordas
Que tocam
Entre
Luzes,
Entre
Trevas.

Som
Que submete
Os brutos
E os sensíveis
Ao Sereno Poder
Órfico.

Som
Que ascende
As aspirações d'almas
De todos os Ouvintes
Da Eterna Melodia
Órfica.

E Orfeu
É a própria
Lira,
É o próprio
Som,
Ouçamos juntos...

E Orfeu
É o próprio
Encanto,
É o próprio
Canto,
Ouçamos juntos...

Toquemos
Em cada corda,
Troquemos
Nossas Efêmeras Vestes
E nos Revistemos
Com o Tecido Da Eternidade.

Toquemos
Como Orfeu,
Toquemos
Na Eterna Música
Interminável,
Música Dos Eternos Bardos.

Subamos
Aos Jardins
De Paraísos,
Desçamos
Aos Círculos
De Infernos.

Subamos
Ao
Grande Sonho,
Desçamos
À
Grande Realidade.

Com Orfeu.

Com A Lira.

E com
Eurídice Luminosa
Como
A Única Nota
A Ser Alcançada
Pela Nossa Harmonia.

Inominável Ser
OUVINDO
A LIRA
DE ORFEU






Comentários

Postagens mais visitadas