sexta-feira, novembro 25, 2016

0

Um Pequeno Sonho De Um Pequeno Não-Deus


Art by Chelin Sanjuan


Em um sonho sempre novo
De uma Realidade sempre renovada,
Dou por iniciada uma menção
À Ressurreição Humana
No meio da
Desgraça Contemporânea
Onde toda a Terra
Agora se encontra.
Envolvo meus olhos nas visões
De um Presente menos pesado
E de um Futuro
Que se encarrega de infiltrar
Nas Sendas de um possível
Grande Dia Do Amanhã.
É um sonho bobo,
É um sonho tolo,
Mas,
É um sonho que devo alimentar
Sem que tudo seja
Tão devastador quanto
Não estou a sonhar.
As muitas ruínas terrestres
Dialogam com cada centímetro
Das humanas cidades
E semelhante a tempestades
Que engolfam toda
A superfície terrestre,
Sendo percebida por muitos
Que há muito
Desistiram de sonhar.
Às vezes,
Também desisto de navegar
Pelo Alto Sonhar
E Imaginar
Que o Grande Destino
Possa à Terra mudar…
Desisto
E me entrego ao desespero
Das humanas horas passadas
Diante da humana multidão
E da invisível assistência
Sempre em meu redor
Silenciosa…
Há um Deus morto
Em cada calçada,
Assim como Deuses moribundos
Pelos telhados
E Deuses natimortos
Pelos buracos das ruas.
A Luz se faz de distante,
As Trevas engolem
Toda a Humanidade
Nesta Desgraça
Civilizada.
A Lira está quebrada
E Harpas que tocam
Aniquiladoras Melodias
São tocadas pelos cadáveres
De todos os Deuses
Pela Terra.
Porém,
Eu ainda sonho
Com aquele
Grande Dia Do Amanhã,
Com dias de
Verdadeira Felicidade
Para a humana gente,
Com infinitas eras de
Verdadeira Paz
Por toda a Terra.
Eu sonho como uma criança
Das mais inocentes,
Abraçado por uma pesada
Melancolia gigante
E a certeza de que estou
Praticamente sozinho
Neste meu sonhar…
Eu sonho agora,
Sonho sempre,
Sonharei continuamente,
Com Algo que traga novamente
A Verdadeira Luz
Para este mundo
De trevosas epopéias amargas.
Sonharei,
Sim,
Plantando as sementes
De floridos novos campos
Para Deuses Ressuscitados
Amanhã:
Nós,
Irmãos humanos,
Que hoje estamos todos
Tão Caídos,
Decadentes
E Desgraçados.


Inominável Ser
SONHANDO
COM UM
GRANDE DIA
ETERNO
PARA
A HUMANIDADE





terça-feira, novembro 22, 2016

0

Shiva Resplandece


Shiva - Abhishek Singh


Shiva Resplandece
No Meio Dos Universos,
Transportando,
Transitando,
Transformando
O Panorama
E O Padrão
Dos Moldados
E Automanifestados
Tecidos Arquitetônicos.


Shiva Resplandece
No Expandir Dos Universos,
Atraindo,
Contraindo,
Explodindo,
Implodindo,
Constituindo O Repositório
De Forças Construtoras
Do Pulsar
Dos Universais Corações
Do Grande Verso.


Shiva Resplandece
Na Melodia Dos Universos,
Regendo,
Modulando,
Acompanhando,
Traduzindo,
Em Um Senso
De Alto Ritmo
No Palco Dos Sentidos
Das Vestimentas
Harmonias
Do Cósmico Eu.


Shiva Resplandece
No Ser Universal,
Conduzindo,
Reduzindo,
Impulsionando,
Variando,
No Infinito Gesto
Das Mãos
Que Guiam
A Ordem
E O Kaos
Naa Fronteiras
E Além Das Fronteiras
Do Cósmico Verbo.


Shiva Resplandece
No Giro Universal,
Quebrando,
Curando,
Ferindo,
Ativando,
As Cadeias Ressoantes
Nas Eternas Forças
Regendo As
Únicas Formas
Dos Cósmicos
Fundamentos.


Shiva Resplandece
Na Fonte Universal,
Ondulando,
Nadando,
Submergindo,
Emergindo,
Variável
E Imutável
Nas Ondas
Do Grande Mar
Erguido Pela
Eternidade
No Cósmico
Silêncio.


Shiva Resplandece
No Universo
Dos Seres,
Conspirando,
Conquistando,
Atraindo,
Purificando,
Simples Como
O Cair Da Serenidade
Da Chuva Farta,
Complexo Como
A Variabilidade
Das Eternas Mudanças
Das Cósmicas Danças.


Shiva Resplandece
Shiva Resplandece
Shiva Resplandece
Shiva Resplandece
Shiva Resplandece
Shiva Resplandece
Shiva Resplandece
Shiva Resplandece
Shiva Resplandece
Fazendo Com Que
O Universo
Dos Seres
Conjuntamente Entoe
No Cósmico Plano:


OM
SHIVA


OM
SHIVA


OM
SHIVA


OM
SHIVA


OM
SHIVA


OM
SHIVA


OM
SHIVA


OM
SHIVA


OM
SHIVA


Inominável Ser
VENDO
O RESPLANDECER
DE SHIVA




quarta-feira, novembro 16, 2016

0

O Cântico Dos Eternos Guerreiros


Sad Robot Warrior - Autoria Desconhecida



Os Ventos Guerreiros
Nunca deixam de soprar,
A Morte Guerreira
Nunca deixa de ocorrer,
Eternos Guerreiros
Nunca quebram suas espadas
Ou se cansam do sangue
Que são obrigados
A derramar.


As Fúrias Guerreiras
Sempre irão Cantar
Seu Negro Rubro
Cântico Guerreiro,
Os Dons Guerreiros
Sempre dotarão
Aos Filhos Do Coração
Dos Deuses Da Guerra,
Eternos Guerreiros
Nunca se deixam levar
Pela Corrente
Das Ilusões
Da Paz.


Os Movimentos Guerreiros
Não se deixam cair
Na Marcha Temporal,
As Sombras Guerreiras
Não se deixam apagar
Diante da
Miséria Material,
Eternos Guerreiros
Sempre inundarão
A História
Com heróicos
E vilanescos feitos.


Eternos Guerreiros,
Porém,
Sentem O Frio
Que Vem
Do Vento
Sul…


Eternos Guerreiros,
Entretanto,
Vêem A Face
Da Deusa Morte
Pelos Campos…


Eternos Guerreiros,
Sim,
São Presas
Das Fúrias
Que Se Lançam
Ao Seu Encalço…


Eternos Guerreiros,
Claro,
Exercem Seu Dom
Como Um Peso
A Ser Aceito
E Carregado…


Eternos Guerreiros,
Obscurecidos,
São Nos Movimentos
Peças Descartáveis
Do Grande Xadrez
Cósmico…


Eternos Guerreiros,
Solitários,
São Envoltos
Pelas Sombras
No Amargo Sabor
De Seus Passos…


A Eterna Guerra
Os Convoca!


A Eterna Guerra
Os Evoca!


A Eterna Guerra
Os Invoca!


Eternos Guerreiros
Devem desistir
E abandonar
No Limbo Das Eras
As suas armas
E armaduras?


Eternos Guerreiros
Devem assim
Desistir?


Eternos Guerreiros
Devem assim
Rastejar?


Eternos Guerreiros
Devem assim
Apodrecer?


Eternos Guerreiros
Devem assim
Desaparecer?


Eternos Guerreiros
Devem assim
Extinguir-Se?


O Grito
É Dado!


O Grito
Da Eterna Guerra
É Dado!


Eternas Espadas!


Eternas Armaduras!


Eternos Machados!


Eternas Lanças!


Eternos Elmos!


Eternos Escudos!


Eternas Alabardas!


Eternos Arcos!


Eternas Flechas!


Eternas Armas!


Eterna Guerra!


Eternos Guerreiros
Em Todas As Frentes
De Todas
As Eternas Batalhas!


AVE AETERNUS BELLUM!!!


AVE AETERNUS BELLUM!!!


AVE AETERNUS BELLUM!!!


AVE AETERNUS BELLUM!!!


AVE AETERNUS BELLUM!!!


AVE AETERNUS BELLUM!!!


AVE AETERNUS BELLUM!!!


AVE AETERNUS BELLUM!!!


AVE AETERNUS BELLUM!!!


AVE AETERNUS BELLUM!!!


AVE AETERNUS BELLUM!!!


AVE AETERNUS BELLUM!!!


AVE AETERNUS BELLUM!!!!


Inominável Ser
ERGUENDO
ESTE RESPEITOSO
CÂNTICO
AOS ETERNOS
GUERREIROS